sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Confrontos e conflitos

É verdade! Adoro um confronto. De idéias, de palavras, de emoções...Fora os momentos de silêncio ( que são poucos), nos demais gosto demais do debate, especialmente com os que pensam diferente, vivem a vida por outros caminhos que ainda não experimentei, que quebram minha métrica e me oferecem a possibilidade de um enfrentamento adrenalizante.
Isso nada tem a ver com conflito. A indisponibilidade de olhar por outro ângulo, as amarras cruéis às escolhas das quais não se tem nem mesmo certeza, a intepretação antolhada e reduzida de cada palavra, cada gesto, cada caminho escolhido, o desrespeito, o desamor, a descrença que impede a evolução e o crescimento....esses sim são fontes de conflito.
Não gosto de conflitos. Gosto demais do estado latente, daquela coisa que é viver respirando literalmente por todos os poros, faces, cantos, sinais, cores e equívocos de que somos compostos.
Tenho medo, sim. Insegurança, também. Recuos e avanços, muitas vezes. Reflexões imensas, quase sempre. E é bom logo avisar: gosto da vida intensa, do confronto, da adrenalina, mas discuto relação sempre. Sou DR até mesmo com os amigos.
Pensei em tudo isso hoje e depois de um longo tempo sem vontade de escrever ( no blog, é claro, porque tenho que fazê-lo, profissional e cotidianamente), vivendo alguns conflitos no trabalho, mas deliciosos confrontos, me sinto inteira pro fim de semana.
Nem acho que vai fazer sol no Rio, mas me sinto especialmente clara, diurna, de olhar e mente aguçados para ser o que sempre sou: uma errante otimista. Bom...nem tão errante assim.

15 comentários:

Penso e Sinto disse...

Estado latente, quer dizer sempre pronta para o que der e vier. É assim que vivo, me sinto forte, fraca, insegura, à parte, totalmente envolvido, participante mesmo. Mas, latente como se qualquer ação fosse despertar um turbilhão de emoções, reações e por fim uma nova evolução.

A culpa é sua, falou para eu deixar fluir. mil beijos.

Dama de Cinzas disse...

No blog gosto de polêmica na vida pessoal gosto de colo... rs

beijos

Diego disse...

Quero calma e música instrumental. Montanha e frio.

Skin Care disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaoguedespereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaoguedespereira disse...

CENÁRIO DE PÓS-CONFLITOS - O DIA DE AMANHÃ

Presságios positivos estão aflorando a superfície do mar revolto. O céu começa a se expor, as nuvens vão se espaçando e o sol vai surgindo. Aquele feixe de luz que surge iniciamente alimenta a alma e traz vigor à mente e ao corpo. Aquela esperança inicial vai sendo pincelada de fatos, acontecimentos, episódios concretos de realizações que alicercem cada vez mais toda a estrutura permitindo a propagação do sucesso e da felicidade.

(Isso não é uma ode, muito menos é lírico e na verdade quer saber, nem sou literário, mas arrisco expressar o positivismo em forma de palavras, mesmo que só pra mim me parecem cantadas, poéticas e acima de tudo otimistas) Bjs

Tiago Soarez disse...

Verônica,

Estava estranhando sua demora!
Nunca mais tinha visto nada de novo por aqui, mas hoje, fazendo uma visitinha, vi que vc tinha novidades.

Olha, eu tbm gosto de debates e confrontos! Se um dia nos conhecermos pessoalmente, quero falar sobre isso com vc!

Beijos e não suma!

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

JOICE WORM disse...

Tive um confronto com um Anônimo. Foi horrível a princípio, pois fui apanhada de surpresa. Mas depois comecei a gostar e a utilizar a raiva dele da forma mais positiva para mim. Criei um personagem e fiz uma crônica em espanhol. Entreguei como exercício na Oficina de Literatura.
Então também já adoro confrontos!
YES.

CeciLia disse...

Verônica
Gosto deste teu nome, o mesmo da minha avó materna. Gosto também da tua interpretação sobre viver no estado latente. Esta é uma definiçao que não me é estranha, embora ainda não a tivesse elaborado com esta tua palavra certa. Quero ler-te mais. Beijos

Camilla Tebet disse...

Confrontos assumidos, conflitos evitados.. errante, nem tanto. Vc é um ser em ebulição. E estar em ebulição é uma delícia quando se tem palavras bem colocadas pra isso. e vc tem Verônica, com sol ou sem, vc tem as palavras.
um beijo

MANS / ANDRÉ disse...

"é preciso provocar sistematicamente confusão. o que é contraditório, gera vida" (salvador dali)

Monique Frebell disse...

Não existem erros e acertos, viva!

Bjos!

Camilla Tebet disse...

Gosto das leituras surpreendentes que vc faz dos meus textos, mexem comigo. Sempre que leio seus comentários, volto a ler meu texto... fica diferente.
Seria mesmo muito legal ir te conhecer, mesmo com meus "tênis sujos". "Sentar" com você na "cozinha", acender um "cigarro", sentindo o "cheiro" de um domingo qualquer. Falaríamos de "sonhos", realidades, letras, a vida de nós duas. Seria muito bom. Depois você me ensinaria o "caminho", eu pagaria um "Táxi" e "voltaria" pra "casa" com aquela sensação de um bom papo.
Beijos

Desarranjo Sintético disse...

As vezes os confrontos - os bem educados - nos fazem crescer. E as vezes é bom discutir com pessoas de cabeça aberta, não para impor nossos pontos de vista, mas para saber o dos outros e até mesmo para tomá-los para si se forem bons.
Eu sou muito realista, mas depois de passar a tempestade costumo me manter otimista...
Abração.
Valeu a visita!

Fábio.

Juliana David disse...

Confrontos presentes todos os dias em nossas vidas. Decisóes. livre arbítrio. Liberdade e responsabilidade. Mundos antogônicos em constante confronto e harmonia. Somos seres assim, místicos, belos, confusos, claros, antagônicos, mas coerentes. Parabéns!!! Belas palavras.

Beijos Eu, pensamentos e poesia. Juliana David